Tite analisa disputa pela camisa 9 da Seleção, avalia Pedro e Jesus, mas não descarta Gabigol

Faltando quase dois meses para o início da Copa do Mundo, a Seleção Brasileira segue sendo alvo de discussões. Com opções de sobra para Tite encaixar no ataque, uma das principais dúvidas acerca da lista final de convocados é no ataque, com diferentes opções para atuar como centroavante. Nesta segunda-feira, o treinador da Seleção falou […]

Tite analisa disputa pela camisa 9 da Seleção, avalia Pedro e Jesus, mas não descarta Gabigol


Faltando quase dois meses para o início da Copa do Mundo, a Seleção Brasileira segue sendo alvo de discussões. Com opções de sobra para Tite encaixar no ataque, uma das principais dúvidas acerca da lista final de convocados é no ataque, com diferentes opções para atuar como centroavante.
Nesta segunda-feira, o treinador da Seleção falou sobre os candidatos ao posto de “9” no Mundial.
Para Tite, o equilíbrio é fundamento nas características dos jogadores, conceito diferente das posições ocupadas por si só.
“Deixa eu, primeiro, colocar em termos de ideia. Eu acredito que o equilíbrio de setores é fundamental. A gente falando de lateral, externo e meia para trabalhar do lado. Equilibrar as características. E esse setores equilibrarem a equipe. Esse é um grande desafio. Independentemente do lateral que passa, do ponta. E aí são as gerações que se mostram e a gente compõe esse quebra-cabeça que é uma equipe de futebol”, disse o técnico ao Bem, Amigos.
Na sequência, o treinador abordou a disputa pela posição de centroavante, que possui muitos candidatos.
“Nós temos 9? Qual é que é o 9? O Richarlison é 9. O Gabriel Jesus é 9. O Cunha é 9. O Pedro é 9. As características que modificam”, afirmou Tite sobre as diferentes funções exercidas. Para o técnico, Pedro, do Flamengo, é um centroavante que executa a função de pivô, que finaliza as jogadas, enquanto, por exemplo, Gabriel Jesus pode participar mais dos momentos antecedentes à conclusão.
Além dos atletas presentes nas últimas convocações, Tite não deixou de fora o Gabigol, centroavante do Flamengo.
“Eu não posso descartar o Gabriel Barbosa. Eu não tenho condição. Com atletas deste nível, ali na frente, eles concorrem. Não adianta dizer que não”, concluiu.

Centroavante ou meia?

Um jogador que rendeu análise do treinador foi Roberto Firmino. O atacante do Liverpool foi uma das surpresas na última convocação e as maneiras de utilizá-lo foram destacadas por Tite.
“O Firmino é um 10 que vira 9. Agora está utilizado, e há uma dúvida da utilização dele, com dois atacantes vindo buscar. Como um meia num 4-2-3-1 no Liverpool. Ele pode ser utilizado como meia também”, afirmou o técnico, que inclusive recordou já ter o utilizado em uma função semelhante.

Última convocação de Tite

Na mais recente lista divulgada por Tite, o ataque foi tema de bastante discussão. A convocação foi realizada na última sexta-feira e contou com os seguintes nomes no ataque:

Firmino – Liverpool
Matheus Cunha – Atlético de Madrid
Antony – Manchester United
Pedro – Flamengo
Neymar – PSG
Rodrygo – Real Madrid
Vinicius Júnior – Real Madrid
Raphinha – Barcelona
Richarlison – Tottenham

Dentre os convocados no setor, Pedro, Firmino e Matheus Cunha chamaram a atenção, principalmente os últimos dois, devido à surpresa em suas convocações.
A Seleção Brasileira disputará dois amistosos em setembro. No dia 23, enfrenta a Gana às 15h30 (de Brasília), no Stade Océane, em Le Havre, na França. No dia 27, o time realiza seu último jogo antes da Copa, diante da Tunísia, no Parc des Princes, em Paris, também às 15h30.
Deixe seu comentário



Matéria Origial