Seleção feminina mantém destaque na América do Sul

No último sábado, após vencer a Colômbia, a Seleção Brasileira feminina conquistou a Copa América pela oitava vez. Além do título, a equipe nacional também faturou as edições sub-17 e sub-20 do torneio Sul-Americano neste ano e, assim, mantém o protagonismo no continente. “Os três títulos mostram que o nosso trabalho consegue atuar no presente […]

Seleção feminina mantém destaque na América do Sul



No último sábado, após vencer a Colômbia, a Seleção Brasileira feminina conquistou a Copa América pela oitava vez. Além do título, a equipe nacional também faturou as edições sub-17 e sub-20 do torneio Sul-Americano neste ano e, assim, mantém o protagonismo no continente.
“Os três títulos mostram que o nosso trabalho consegue atuar no presente e projetar o futuro. Isso é muito importante. O Brasil tem enorme tradição no futebol feminino, com um retrospecto muito positivo na América do Sul, mas queremos fazer ainda mais. Essa ‘tríplice coroa’ nos dá confiança para seguir trabalhando, mostra que estamos no caminho certo”, disse Ana Lorena Marche, supervisora de seleções femininas.
O Brasil venceu os três troféus com aproveitamento perfeito: foram 20 vitórias em 20 jogos, além de 74 gols marcados e nenhum sofrido. Ana Lorena Marche explicou que, apesar das importantes marcas, o futuro apresenta desafios.
“Sabemos da força das nossas adversárias e do quão difícil é manter a Seleção no topo. Estamos muito orgulhosas das três conquistas. Agora, o desafio é ir além, ter grandes desempenhos nos Mundiais de base, na Copa do Mundo e nos Jogos Olímpicos. O futebol feminino tem um potencial enorme no Brasil, e não merece menos que isso. Trabalharemos dia e noite para fazer jus a essa responsabilidade”, afirmou a dirigente.
Com o título da Copa América, a Seleção feminina garantiu vaga na Copa do Mundo de 2023 e nos Jogos Olímpicos de Paris, em 2024. A equipe sub-20, por sua vez, participará do Mundial em agosto, na Costa Rica. Já o time sub-17 disputará a competição de sua categoria em outubro, na Índia.
Deixe seu comentário



Matéria Origial