No time de Ronaldo na Espanha, brasileiro se inspira no Fenômeno – Esportes

O sonho de jogar no futebol europeu já é realidade para Guilherme Ruck. Aos 13 anos, o hoje jogador das categorias de base do Real Valladolid mora no Velho Continente com a família há cinco temporadas. Exemplos que cruzaram o Oceano Atlântico não faltam, mas é […]

No time de Ronaldo na Espanha, brasileiro se inspira no Fenômeno – Esportes










O sonho de jogar no futebol europeu já é realidade para Guilherme Ruck. Aos 13 anos, o hoje jogador das categorias de base do Real Valladolid mora no Velho Continente com a família há cinco temporadas. Exemplos que cruzaram o Oceano Atlântico não faltam, mas é em Neymar e, claro, em Ronaldo Fenômeno que o jovem jogador se inspira.

Gui Ruck, como é chamado, começou a jogar futsal em um escola chamada “Mundo da Bola”, do ex-jogador profissional do Botafogo, Batata, no pátio de uma igreja, no Rio, e se tornou um apaixonado pelo esporte. Depois dos desafios de viver em outro continente, o menino defende hoje as cores do Valladolid.  

“Foi uma sensação única vestir a camisa do clube. Quando chegou o dia de nos mudarmos para Valladolid, de conhecer o clube e o estádio foi maravilhoso. Já me imaginei jogando naquele campo! Foi irado demais!”, celebrou o menino, que assinou com o time em julho deste ano.













Alessandro, pai do menino, que se mudou para a Europa por conta do trabalho, relembra que o ínicio da carreira do filho começou em Portugal, no Braga. Por lá, o jovem se destacou ao marcar 87 gols na temporada, além de ter conquistado diversos prêmios. Apesar do sucesso em campo, Gui e a família se mudariam para a Espanha, para superar as dificuldades que encontravam com moradia e emprego.

Estabelecidos no novo país, diversos clubes entraram em contato com Alessandro, por terem interesse em contratar Gui, mas decidiram o Real Valladolid, clube espanhol de Ronaldo Fênomeno, por conta do projeto que foi apresentado e por ser o time do ídolo brasileiro. Desde 2018, o ex-atacante é sócio majoritário do grupo que controla o clube.








Alessandro, pai do garoto, reforça que o sonho da família sempre foi ver Gui atuando por grandes clubes. Para ele, pai, amigo e conselheiro, apoio e suporte para que o menino evolua como atleta são fundamentais, mas a diversão ainda deve vir em primeiro lugar.

“O Guilherme tem muita vontade, é muito dedicado e ama o que faz. Ele gosta de ir ao cinema, de estar com os amigos jogando futebol e de passear e jogar vídeo game comigo. É um cuidado que a gente tem no caminho para a carreira dele”, disse.











O jovem futebolista explica que busca sua inspiração em dois craques que já passaram por clubes espanhóis. Isso sem falar na idolatria por Ronaldo, dono do clube, quem conhece dos vídeos disponíveis na internet.

“Eu me inspiro muito no Neymar [ex-Barcelona] quando estou dentro de campo: driblar é o meu ponto forte. E no Cristiano Ronaldo [ex-Real Madrid], porque ele é um grande exemplo para todos fora e dentro de campo!”, contou.

*Estagiária do R7, sob supervisão de André Avelar

Dicionário do Luxa: treinador ‘traduz’ termos do futebol em evento da CBF e viraliza








Matéria Origial