Médico do Atlético-MG explica lesão de Arana

Na quinta-feira, o Atlético-MG divulgou que o lateral esquerdo Guilherme Arana sofreu uma grave lesão no joelho. Nesta sexta, o Galo divulgou um vídeo nas redes sociais em que o diretor-médico do clube, Rodrigo Lasmar, explica a contusão do jogador. O profissional destacou que “estruturas muito importantes” foram rompidas e que demanda um prazo de […]

Médico do Atlético-MG explica lesão de Arana



Na quinta-feira, o Atlético-MG divulgou que o lateral esquerdo Guilherme Arana sofreu uma grave lesão no joelho. Nesta sexta, o Galo divulgou um vídeo nas redes sociais em que o diretor-médico do clube, Rodrigo Lasmar, explica a contusão do jogador.
O profissional destacou que “estruturas muito importantes” foram rompidas e que demanda um prazo de recuperação “mais longo”.
“O Arana sofreu uma entorse dura no nosso jogo contra o Bragantino. Ele teve uma lesão grave no seu joelho esquerdo, rompeu algumas estruturas muito importantes. Teve uma lesão no ligamento cruzado posterior, no ligamento colateral medial, rompeu a raíz do menisco interno, menisco medial, e ainda teve uma lesão na cartilagem. São lesões importantes, e agora é tratar para que ele possa se recuperar o mais rápido possível”, disse Rodrigo Lasmar.

“Por se tratar de uma lesão complexa e grave como essa, o prazo de recuperação do jogador é mais longo. Nós vamos ter que ter muita paciência, muita calma, e acompanhá-lo frequentemente para que a gente tenha uma condição melhor de prever a recuperação. Seria muito precoce hoje falar alguma coisa em termos de tempo, o que posso dizer é que nós estamos trabalhando forte, pesado, e o atleta também imbuído dessa responsabilidade, de se envolver no tratamento para que possa se recuperar o quanto antes”, acrescentou.

Confira este e outros vídeos em
Mais vídeos em
videos.gazetaesportiva.com

Guilherme Arana sofreu a lesão já nos instantes finais do confronto entre Atlético-MG e RB Bragantino, na última quarta-feira. O lateral vivia a expectativa de poder ser convocado para a disputa da Copa do Mundo com a Seleção Brasileira, em novembro, no Catar.
O Galo volta a campo apenas no dia 17 de setembro. O time de Cuca encara o Avaí, na Ressacada, às 16h30 (de Brasília), pela 27ª rodada do Brasileirão.

Confira outras explicações de Rodrigo Lasmar sobre a lesão de Arana: 

Processo de recuperação
“Nessa fase inicial, é um processo para que a gente possa esfriar o joelho, adquirir condições de movimentação, um menor inchaço no joelho, para que possamos pensar num procedimento cirúrgico. Essa cirurgia deve acontecer dentro de alguns dias, ou uma, duas semanas, depende muito da evolução que o atleta apresentar. Os melhores resultados cirúrgicos acontecem quando nós fazemos o procedimento já com o joelho numa condição melhor a que se apresenta agora”.
Raridade da lesão
“A lesão do ligamento cruzado posterior, principalmente quando se trata de uma associação com outras lesões, como uma multiligamentar como essa, é uma lesão muito mais rara no futebol do que, por exemplo, a lesão do cruzado anterior. Nós já tivemos vários casos de lesão de ligamento cruzado anterior, é uma lesão relativamente comum num atleta de futebol. Porém, quando acomete o cruzado posterior, é uma lesão não tão frequente, mais atípica. Existem, claro, situações onde ela acontece, mas não é o dia-a-dia da lesão”.
 
Deixe seu comentário



Matéria Origial