Hulk encerra jejum, mas não impede empate do Atlético-MG no clássico contra o América-MG

O América-MG recebeu o Atlético-MG neste domingo, em clássico válido pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na Arena Independência, os donos da casa arrancaram o empate em 1 a 1 com gol de Henrique Almeida. Hulk marcou para o time mineiro. Vale destacar que Hulk deu fim a um jejum de tentos que vinha desde […]

Hulk encerra jejum, mas não impede empate do Atlético-MG no clássico contra o América-MG



O América-MG recebeu o Atlético-MG neste domingo, em clássico válido pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na Arena Independência, os donos da casa arrancaram o empate em 1 a 1 com gol de Henrique Almeida. Hulk marcou para o time mineiro.
Vale destacar que Hulk deu fim a um jejum de tentos que vinha desde agosto. A última vez que havia balançado as redes foi diante do Palmeiras, na ida das quartas de final da Copa Libertadores.
Com a igualdade, o Galo vai a 36 pontos e ocupa a sétima colocação. Já o Coelho está duas posições abaixo, com 32 somados.
Na próxima partida do Atlético-MG, contra o Atlético-GO, o técnico Cuca não poderá contar com Allan e Junior Alonso. Ambos levaram o terceiro cartão amarelo e ficam suspensos. O duelo está marcado para domingo que vem, às 18 horas (de Brasília), no Estádio Antônio Accioly.
Pelo lado do América-MG, o clube entra em campo um dia antes, no sábado. Às 20h30, recebe o Coritiba e não terá Juninho à disposição pelas mesmas condições de suspensão.

Primeiro tempo

O jogo não parecia que iria ficar agitado logo no início. Ambas as equipes começaram bem e procurando espaços, até que Pavón achou um contra-ataque para o Atlético-MG. Na arrancada, o jogador foi puxado por Éder e o árbitro marcou falta na entrada da área. Hulk cobrou, mandou uma bomba para estrear o marcador e encerrou o jejum de gols.
A resposta do América-MG não demorou muito para aparecer. Henrique Almeida recebeu belo passe de Juninho dentro da área, dominou e ajeitou para bater no canto esquerdo de Everson.
O Galo não se abalou com o empate e mostrava mais recurso para achar lances eficientes. Se não era com bela troca de passes, era arriscando de longe. Beirando os 30 minutos, Zaracho chutou com efeito, a bola fez uma curva e acertou o travessão.
O Coelho perdeu a chance de virar o jogo. Depois da cobrança de escanteio, Réver disputou com o adversário na área e a bola tocou em seu braço. O VAR revisou o lance e chamou o árbitro, que assinalou o pênalti. Henrique Almeida quis colocar no canto direito de Everson, mas o goleiro acertou o canto e impediu que o placar fosse alterado.

Segundo tempo

Uma das maiores chances da segunda etapa foi sair só aos 20 minutos. Matheusinho puxou o contra-ataque e triangulou com Everaldo, que passou para o Wellington Paulista. O atacante, que tinha acabado de entrar, chutou no canto, mas Everson fez a defesa.
Pedrinho, do Atlético-MG. que tinha entrado há pouco tempo também, tentou finalizar e chutou alto. Na sequência, sentiu a coxa e teve de ser substituído por Rubens.
Em um cenário mais truncado, o Galo tentava furar a defesa adversária, mas a pontaria certeira ficou apenas nos primeiros 45 minutos e a equipe não conseguiu reverter a contagem.

FICHA TÉCNICAAMÉRICA-MG 1 X 1 ATLÉTICO-MG

Local: Arena Independência, em Belo Horizonte (MG)Data: 28 de agosto de 2022, quinta-feiraHorário: 16 horas (de Brasília)Árbitro: Ramon Abatti Abel (SC)Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS-Fifa) e Thiaggo Americano Labes (SC)VAR: Rafael Traci (SC)Cartões amarelos: Éder, Henrique Almeida, Juninho e Pedrinho (América-MG); Allan, Junior Alonso, Hulk e Keno (Atlético-MG)
Gols:América-MG: Henrique Almeida, aos 18’ do 1ºTAtlético-MG: Hulk, aos 8’ do 1ºT
AMÉRICA-MG: Matheus Cavichioli; Raúl Cáceres (Patric), Éder, Ricardo Silva e Marlon; Lucas Kal, Juninho e Martínez (Matheusinho); Felipe Azevedo (Pedrinho), Everaldo (Aloísio) e Henrique Almeida (Wellington Paulista)Técnico: Vagner Mancini
ATLÉTICO-MG: Everson; Mariano, Réver, Junior Alonso (Nathan Silva) e Guilherme Arana; Allan, Jair e Zaracho (Nacho Fernádez); Pavón (Keno), Ademir (Pedrinho) (Rubens) e Hulk.Técnico: Cuca
Deixe seu comentário



Matéria Origial