Fernando Diniz ainda crê no título do Brasileirão, apesar do empate – Esportes

O Fluminense buscou o empate no duelo entre os líderes do Brasileirão e deixou o Palmeiras na primeiro colocação com 50 pontos. Os cariocas agora somam 42 e Fernando Diniz acredita no título do torneio, apesar da vantagem não ter sido diminuída no Maracanã. “Mantiveram a diferença, o Campeonato […]

Fernando Diniz ainda crê no título do Brasileirão, apesar do empate – Esportes






O Fluminense buscou o empate no duelo entre os líderes do Brasileirão e deixou o Palmeiras na primeiro colocação com 50 pontos. Os cariocas agora somam 42 e Fernando Diniz acredita no título do torneio, apesar da vantagem não ter sido diminuída no Maracanã.

“Mantiveram a diferença, o Campeonato [Brasileiro] está em aberto. Não podemos desconsiderar [vantagem], é uma equipe estável. Mas tem muito jogo pela frente. Vamos fazer o nosso melhor e ver o que acontece”, afirmou o treinador durante a coletiva de imprensa pós-jogo.

Para a próxima rodada, o Fluminense não terá a sua disposição o zagueiro Nino, pelo acúmulo de amarelos. Além disso, Diniz optou em uma troca de jogadores na lateral-esquerda, para este confronto em casa, para qualificar a parte defensiva.


















“Ele [Cris Silva] fez uma partida defensiva muito segura. Marcou o Dudu [atacante do Palmeiras], e não tivemos nenhum grande lance daquele lado. Foi muito bem. O Caio [Paulista] também entrou bem. Precisávamos dessa segurança atrás por conta do Dudu, e o Cris correspondeu. No final, precisando do resultado, tentamos ser mais ofensivos com o Caio”, analisou o comandante do Flu.

Por fim, Fernando Diniz falou se acompanhava ou não, comentários sobre a estrutura da sua equipe diante dos adversários.

“Eu não acompanho muitas análises, senão a gente acaba ficando maluco. Uma coisa ou outra chega, porque é muita gente falando sobre futebol. No Fluminense, existe um trabalho harmônico entre diretoria, estafe, comissão e jogadores. A gente trabalha muito. Eu tenho uma grande alegria de estar aqui no Fluminense, tem uma conexão diferente. Estou feliz por fazer parte dessa volta do torcedor tricolor ao estádio, ver o Maracanã cheio de tricolores. Vejo o torcedor sentindo orgulho do que está acontecendo em campo. Que é fruto de um trabalho humilde, solidário”, concluiu.

Toto Wolff diz esperar tensão entre pilotos da Mercedes; confira as maiores rivalidades da Fórmula 1




Matéria Origial