Em final brasileira, Filipinho desbanca Italo Ferreira e vence Mundial de Surfe – Esportes

O Brasil é o país do surfe! Em final emocionante entre os brasileiros Italo Ferreira e Filipe Toledo, o Filipinho, quem se deu melhor foi o atleta nascido em Ubatuba, num verdadeiro duelo nas águas de Trestles, na Califórnia. Esse é o primeiro título mundial de Filipinho e a sexta conquista brasileira na […]

Em final brasileira, Filipinho desbanca Italo Ferreira e vence Mundial de Surfe – Esportes




O Brasil é o país do surfe! Em final emocionante entre os brasileiros Italo Ferreira e Filipe Toledo, o Filipinho, quem se deu melhor foi o atleta nascido em Ubatuba, num verdadeiro duelo nas águas de Trestles, na Califórnia. Esse é o primeiro título mundial de Filipinho e a sexta conquista brasileira na elite do surfe. 

Aos 27 anos, o atleta disputa a elite do surfe desde 2013 e já venceu 12 eventos no total. Em 2022, ele teve uma temporada inesquecível e liderou o ranking por quase todo o circuito. Filipinho venceu a primeira bateria por 15,13 a 14,97 e fez 16,50 a 14,93 na bateria final. 



“Queria agradecer a todo mundo, meus amigos, minha família. Ainda tô sem acreditar. É um sentimento estranho, de muito feliz, mas ao mesmo tempo não tenho palavras”, disse o surfista logo após a prova, ainda na areia.



Das dez etapas antes da final, ele chegou em nada menos do que cinco finais, com três vices e dois títulos, em Bell Beach, na Austrália e no Rio de Janeiro. No ano passado, ele foi vice-campeão, perdendo justamente no WSL Finals para Gabriel Medina.



Apesar da derrota, Italo Ferreira teve que se provar até chegar na decisão e não teve vida fácil. O atleta potiguar de 28 anos eliminou, em sequência, o japonês Kanoa Igarashi e os australianos Ethan Ewing e Jack Robinson.

Dinastia Gilmore

Já na disputa feminina, a grande vencedora foi a australiana Stephanie Gilmore, que venceu três adversárias até chegar a grande decisão, contra a considerada favorita Carissa Moore. Na primeira bateria, Gilmore fez 15,00 a 10,90 (5,90 + 5,00). Na segunda, Gilmore novamente bateu a rival por 15,23 a 11,97. Dessa forma, a australiana chegou a oito títulos mundiais. 

Rainha Elizabeth 2ª viveu momentos marcantes também nos esportes; confira



Matéria Origial