Confira o dia dos candidatos à Presidência da República Por Agência Brasil

Agência Brasil – No 19º dia de campanha, 11 os candidatos à Presidência da República participaram de atos públicos, em várias cidades do país. Os candidatos usaram as redes sociais para divulgar suas propostas, mas também foram para a rua, conversar com as pessoas e fazer discursos, neste sábado. Ciro Gomes, do PDT, participou de […]

Confira o dia dos candidatos à Presidência da República Por Agência Brasil



Agência Brasil – No 19º dia de campanha, 11 os candidatos à Presidência da República participaram de atos públicos, em várias cidades do país. Os candidatos usaram as redes sociais para divulgar suas propostas, mas também foram para a rua, conversar com as pessoas e fazer discursos, neste sábado.
Ciro Gomes, do PDT, participou de caminhada em Serra, no Espírito Santo. No evento, ele destacou a importância de criar soluções para o trabalho informal no país e para a cobertura previdenciária e aposentadoria dos trabalhadores sem carteira assinada. “Hoje, 50 milhões de brasileiros estão vivendo de bico. Sabe o que é isso? É 70 (horas), 50 horas de trabalho quando lei manda trabalhar 44 (horas). É uma semana de trabalho sem o dia remunerado de descanso para ir ao templo orar ou para a igreja rezar. É não ter férias, tirar de sol a sol de janeiro a dezembro sem poder parar para ficar com a família e os filhos”, disse.
O candidato à reeleição, Jair Bolsonaro (PL), divulgou em suas redes sociais um vídeo da sua participação no evento Mulheres pela Vida, em Novo Hamburgo (RS), no Vale do Sinos. No evento, Bolsonaro reforçou a defesa da política de flexibilização do acesso a armas de fogo. “A arma é uma garantia que você, com sua família não sofra uma violência dentro de sua casa”, disse. O evento contou com a presença de milhares de mulheres, com bandeiras do Brasil e vestidas de verde e amarelo. Bolsonaro chegou ao Rio Grande do Sul, ontem, quando participou da abertura da 45ª Expointer.
O candidato à presidência pelo PT, Luiz Inácio Lula da Silva, prometeu neste sábado (3), durante agenda de campanha no Maranhão, que vai recriar o Ministério das Mulheres. “Vamos recriar o Ministério das Mulheres e nós vamos criar o Ministério dos Povos Originários, para que a gente possa ter pessoas sendo marginalizadas também com ministério”, disse, em conversa com quebradeiras de coco, em São Luís. O candidato pelo PT também assumiu o compromisso de garantir fortalecimento de cooperativas de crédito e produção para melhorar as condições famílias que sobrevivem da produção de babaçu.
O candidato Pablo Marçal, do Pros, participou de uma caminhada na Rua 44, em Goiânia, e um “adesivaço” na Arena Passseio, na mesma cidade. Ainda em Goiás, na cidade de Rio Verde, fez mais um “adesivaço”. Na agenda, também está uma palestra agendada para as 18h30. “Embora tenhamos passado momentos turbulentos em nossa candidatura, cada vez que recebo de vocês esse carinho, me recordo do por quem estou lutando. Me sinto amado por vocês e vou honrar esse amor lutando por ver cada brasileiro prosperando”, publicou em suas redes sociais.
A candidata pelo MDB, Simone Tebet, visitou a Usina da Paz, em Cabanagem, na periferia de Belém, e elogiou o trabalho feito no local, ressaltando que a iniciativa deveria ser replicada pelo país. Ela reforçou também que pretende criar o Ministério Nacional da Segurança Pública. “Também é preciso fazer o dever de casa e atuar na prevenção. O projeto das Usinas da Paz é um exemplo desse tipo de política que dá certo. É um espaço que abriga desde quem precisa de um documento como também acolhe uma criança, oferecendo esporte, lazer e cidadania”. À tarde, em São Paulo, ela participou da 17ª Feira Internacional de Tecnologia em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade (Reatech), na Expo Imigrantes.
*Colaboraram Heloísa Cristaldo, Flávia Albuquerque e Cristina Indio do Brasil.
Matéria em atualização.



Matéria Origial

Relacionados