Com números ruins, Cuca discute permanência no Atlético-MG: “Talvez nem me queiram”

Neste sábado, o Atlético-MG, de novo, tropeçou no Campeonato Brasileiro. Desta vez, a equipe foi derrotada pelo Avaí, por 1 a 0, fora de casa. A atuação ruim contra um adversário que não vencia há nove rodadas chamou atenção e foi motivo de questionamento ao técnico Cuca, que, por sua vez, falou sobre possível permanência […]

Com números ruins, Cuca discute permanência no Atlético-MG: “Talvez nem me queiram”



Neste sábado, o Atlético-MG, de novo, tropeçou no Campeonato Brasileiro. Desta vez, a equipe foi derrotada pelo Avaí, por 1 a 0, fora de casa. A atuação ruim contra um adversário que não vencia há nove rodadas chamou atenção e foi motivo de questionamento ao técnico Cuca, que, por sua vez, falou sobre possível permanência no Galo em 2023.
“O Atlético supostamente também está perto de virar uma SAF. Se os números continuam ruim como estão, talvez nem me queiram. A gente tem que ser muito prático e realista. Só que eu não vou ficar com esses números aqui. Vou mexer o doce, vou fazer virar custe o que custar”, disse o treinador.
Desde que o comandante retornou ao time mineiro, são apenas duas vitórias, quatro empates e quatro derrotas. Além disso, o clube foi eliminado nas quartas de final da Libertadores, para o Palmeiras, e caiu de quarto para sétimo lugar no Brasileirão.

“Torcedor tem toda razão de estar na bronca, porque nos não estamos tendo resultado que se é esperado de uma grande equipe um grande investimento como é o caso do Atlético. Resultado não vindo é natural e compreensível, eu sendo torcedor também estaria na bronca”, comentou Cuca.
Longe da briga pelo título, o Atlético-MG tem mais de uma semana para trabalhar e buscar a reabilitação na competição. Seu próximo compromisso é diante do Palmeiras, no Mineirão, no dia 28.

Deixe seu comentário



Matéria Origial