Clubes da Libra e LFF se reúnem para discutir futuro do Campeonato Brasileiro

Representante de clubes da Liga do Futebol Brasileiro (Libra) e da Liga Forte Futebol do Brasil (LFF) se reuniram nesta segunda-feira para discutir o futuro do Campeonato Brasileiro. Vários tópicos foram levados à mesa para que uma união entre os blocos fique cada vez mais perto de ser concretizada. “A reunião foi muito boa, histórica […]

Clubes da Libra e LFF se reúnem para discutir futuro do Campeonato Brasileiro


Representante de clubes da Liga do Futebol Brasileiro (Libra) e da Liga Forte Futebol do Brasil (LFF) se reuniram nesta segunda-feira para discutir o futuro do Campeonato Brasileiro. Vários tópicos foram levados à mesa para que uma união entre os blocos fique cada vez mais perto de ser concretizada.
“A reunião foi muito boa, histórica na minha opinião. Teve muita convergência de ideias, os princípios estão muito próximos de serem os mesmos e o objetivo é que agora possamos levar isso para os demais clubes, para que tenhamos continuidade no processo de formação da Liga. Vejo tudo isso com muito otimismo, pois os clubes estão pensando de forma parecida. Aquilo que poderia ser distante em algum momento, agora está muito mais possível de fazer parte de uma proposta única de uma Liga única dos 40 clubes. O Internacional está trabalhando coletivamente com todas as agremiações para que isso se concretize”, disse Alessandro Barcellos, presidente do Colorado.
Marcelo Paz, presidente do Fortaleza, foi na mesma direção. “Foi uma reunião muito positiva. Viemos propostos ao diálogo, os clubes também vieram com esse objetivo. Foi uma reunião em que todos buscaram o entendimento. Juntos podemos fazer do Campeonato Brasileiro uma liga ainda mais forte”, comentou.
Neste momento, Grêmio, Botafogo, Flamengo, Vasco, Cruzeiro, Corinthians, Palmeiras, Santos, São Paulo, Bragantino, Guarani, Ponte Preta, Novorizontino e Ituano integram a Libra.
Já América-MG, Atlético-MG, Atlético-GO, Athletico-PR, Avaí, Brusque, Ceará, Chapecoense, Coritiba, CRB, Criciúma, CSA, Cuiabá, Fluminense, Fortaleza, Goiás, Internacional, Juventude, Londrina, Náutico, Operário, Sampaio Côrrea, Sport, Tombense e Vila Nova fazem parte da LFF.
A tendência é que os blocos voltem a se reunir em breve para dar prosseguimento às discussões. A expectativa é que se forme um consenso que leve os 40 clubes das duas principais divisões do futebol brasileiro a formar uma liga única que organize o futebol nacional.
Deixe seu comentário



Matéria Origial