CBF divulga VAR de Atlético-MG x Corinthians e revela mudança de opinião de árbitro em pênalti

A CBF divulgou no começo da noite desta segunda-feira o áudio do VAR do jogo entre Atlético-MG e Corinthians, no dia anterior, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro, que teve a vitória de virada do Timão por 2 a 1. O lance de maior polêmica é o do […]

CBF divulga VAR de Atlético-MG x Corinthians e revela mudança de opinião de árbitro em pênalti



A CBF divulgou no começo da noite desta segunda-feira o áudio do VAR do jogo entre Atlético-MG e Corinthians, no dia anterior, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro, que teve a vitória de virada do Timão por 2 a 1. O lance de maior polêmica é o do pênalti sofrido pelo atacante Giovane, aos 36 minutos do segundo tempo, após uma carga do zagueiro paraguaio Junior Alonso, que originou o segundo gol corintiano.
No início da gravação é possível perceber que o árbitro catarinense Ramon Abatti Abel, que estava bem perto do lance, entendeu que foi o atacante do Corinthians que buscou o contato na hora do drible e que por isso não marcou a falta com a bola rolando. “É ele (Giovane) que busca o ataque. O jogador do ataque buscou o contato, o jogador buscou o contato”, repetiu enquanto corria para o lance seguinte.
Quando a partida parou, alguns segundos depois, Abatti foi chamado pela cabine do VAR. “Ok, Abatti, estamos checando um possível pênalti, tá? Aguarde, Abatti”, avisou o auxiliar gapucho André da Silva Bittencourt, enquanto que o árbitro de vídeo, o também gaúcho Daniel Nobres Bins, elegia os melhores ângulos para a avaliação do lance.
No vídeo da CBF se ouve que, nos minutos em que aguardava a revisão, o árbitro repete a sua decisão de campo. “Para mim o jogador de ataque faz o movimento e busca, tá? O Junior Alonso está tirando a perna”, disse, sendo interrompido neste momento por Bins. “Recomendo revisão para possível penal”, afirmou, em mensagem padrão. Abatti, então, vai à televisão, revê o lance e marca o pênalti.

“Ele ocupa o espaço, mas de forma imprudente, não acerta a bola. (Lance) Promissor, com disputa, sem cartão. Tiro penal, sem cartão, ok?”, questionou Abatti, corrigido em seguida por Bins. “Analisa a tática”, respondeu o árbitro do vídeo, o que faz o árbitro mudar de ideia. “Ok, possibilidade de bola (inaudível) com disputa, amarelo. Ok. Fechou? Pênalti, ok. Cartão amarelo pela disputa, ok? Número três. Ok, Bins? Estou indo”, avisou Abatti. Bins confirma: “Perfeito, perfeito”.
No fim, Abatti marcou o pênalti e mostrou o cartão amarelo para Junior Alonso. Fábio Santos converteu a cobrança, marcou o segundo gol dele no jogo e decretou a vitória de virada do Corinthians.
Deixe seu comentário



Matéria Origial