Alcaraz conquista Aberto dos EUA e se torna número 1 mais jovem da história do tênis – Esportes

O jovem espanhol Carlos Alcaraz completou sua rápida ascensão ao topo do mundo do tênis no domingo e conquistou seu primeiro título de Grand Slam e o 1º lugar do ranking com placar de 6-4, 2-6, 7-6 (1) e 6-3 sobre o norueguês Casper Ruud na final do Aberto dos EUA. […]

Alcaraz conquista Aberto dos EUA e se torna número 1 mais jovem da história do tênis – Esportes




O jovem espanhol Carlos Alcaraz completou sua rápida ascensão ao topo do mundo do tênis no domingo e conquistou seu primeiro título de Grand Slam e o 1º lugar do ranking com placar de 6-4, 2-6, 7-6 (1) e 6-3 sobre o norueguês Casper Ruud na final do Aberto dos EUA.

Alcaraz, de 19 anos, caiu de costas e colocou as mãos no rosto antes de saltar para abraçar Ruud na rede. Ele então passou por fotógrafos e subiu nas arquibancadas para comemorar com sua equipe.



“Isso é algo com que sonhei desde criança, ser o número 1 do mundo, ser campeão em um Grand Slam”, disse Alcaraz em entrevista na quadra.

“Todo o trabalho duro que fiz com minha equipe, com minha família. Tenho apenas 19 anos, então todas as decisões difíceis são com meus pais e minha equipe também. Isso é algo que é muito, muito especial para mim.”

Alcaraz, que cativou os torcedores durante o torneio de duas semanas em Nova York com sua velocidade explosiva, forehand estrondoso e golpes acrobáticos, substituiu o russo Daniil Medvedev no topo do ranking.

Ele é o mais jovem número 1 do mundo desde que o ranking da ATP começou, em 1973, no momento em que foi quebrada a marca estabelecida por Lleyton Hewitt, que tinha 20 anos quando se tornou o número 1, em 2001.



Caminho difícil para o título

Alcaraz lutou contra uma quebra no quinto set para vencer Marin Cilic na quarta rodada, jogou a partida que terminou mais tarde na história do torneio para derrotar o italiano Jannik Sinner nas quartas e teve uma batalha contra o americano Frances Tiafoe nas semifinais.

“Sempre digo que não há tempo para ficar cansado na rodada final de um Grand Slam ou de qualquer torneio”, disse Alcaraz, que passou 23 horas e 40 minutos em quadra em sete partidas. “Você tem que dar tudo o que tem.”

Rafael Nadal, que tem o recorde masculino de 22 títulos de Grand Slam, foi ao Twitter para parabenizar seu compatriota e previu mais sucesso a caminho.

“Bem, eu tenho um. Ele tem 22”, disse Alcaraz a repórteres. “Estou na fila.”

Filho de Michael Jordan é fotografado com ex-mulher de companheiro de equipe do pai

Copyright © Thomson Reuters.



Matéria Origial